Falta de Foco Futilidade versus Utilidade – IBGA PNL-Coaching

Falta de Foco: Saiba como Eliminar e Aumente a sua Produtividade

28/05/2016 Carreira, Corporativo, Cotidiano Nenhum comentário

Falta de Foco: Futilidade versus Utilidade

Um dos maiores problemas que afeta o desempenho pessoal e profissional é a falta de foco.

A falta de foco consome energia, gera estresse, causa irritação, problemas de relacionamento, sensação de inutilidade, baixa estima e pode ser danosa à saúde e à carreira.

Os principais sintomas da falta de foco é a sensação de que se correu o dia inteiro e nada se produziu. Pode ser também, e principalmente, ver um monte de coisas começadas e nenhuma ou quase nada concluída.

Nos estágios mais avançados a falta de foco pode levar a fazer muitas promessas e não cumprir nenhuma; ficar empurrando com a barriga, procrastinando, se auto enganando. O que gera perda da credibilidade e até mesmo coloca em risco o emprego.

Se ao ler os parágrafos acima você se identificou com pelo menos um deles você pode ser vítima da falta de foco.


Para saber mais sobre o Que é PNL, acesse este link


A proposta deste artigo é auxiliar você na identificação e eliminação da falta de foco para depois ter foco.

 

Falta de Foco: Identificando os ladrões de tempo

Foco não pode ser apenas uma palavra em sua cabeça, tem que ser uma experiência geradora de comportamento.

Tome como exemplo a falta de foco. Relembre de uma situação na qual você foi atormentado pela falta de foco. Feche os olhos e reveja o seu dia ou momentos dele, perceba o que desviou a sua atenção, o que tirou você daquilo que era importante. Qual a sensação você experimentou quando se deu conta de que estava sob os efeitos da falta de foco?

Veja a si mesmo e procure identificar os momentos em que você perde o foco, em que você sai do que deveria fazer, deveria ter foco e salta para o padrão de falta de foco. Este processo levará você a se ver dentro do próprio comportamento problema. Isso pode doer. Porém, analisar o problema é fundamental para encontrar a solução.

Faça um inventário mental desses fatores e guarde-os na memória ou tome nota deles;

Falta de Foco: Definindo Utilidades

Um dos pressupostos da Programação Neurolinguística – PNL diz que todo comportamento possui uma intenção e que todo comportamento é, foi ou será útil nalgum contexto. A falta de foco se enquadra neste pressuposto, mas não pode ser confundida com percepção ampliada, que é a capacidade de se focar em algo e ter a habilidade de perceber o que acontece ao redor.

A questão aqui é definir a utilidade de um comportamento e qual a sua intenção positiva.
Se na etapa anterior você identificou que toda vez que aquilo no qual estava ou deveria se focar ficou difícil, tornou-se entediante ou exigiu que você levantasse mais informações ou buscasse ajuda e, ao invés de fazer isso, você pulou para a falta de foco, aqui está um gap, um momento frágil no seu comportamento.
Para identificar a utilidade deste comportamento problema e descobrir a sua intenção positiva, pergunte-se: Quando entro no padrão da falta de foco o que ganho com isso, que sensações positivas isso me traz, mesmo que momentaneamente?

Faça isso com várias situações e guarde as respostas ou as anote, como fez na etapa anterior.

 

Falta de Foco: Identificando Futilidades

 Nada é totalmente bom ou ruim. Tudo depende do contexto. Utilidade, segundo o dicionário Aurélio é: “Qualidade de útil, serventia, vantagem proveito, lucro, propriedade ou aptidão de uma coisa para satisfazer as necessidades econômicas do homem” e Futilidade é: “Frívolo, leviano, insignificante, vão, sem importância.”

Normalmente o que leva você para o padrão da falta de foco é algo fútil naquele contexto, mas, que noutro, pode ser exatamente o contrário.

Digamos que você goste de ver vídeos ou ler blogs de humor e faz isso no horário de trabalho, de estudo ou quando deveria focar-se noutra coisa. Neste contexto o vídeo ou o post do blog é fútil, pois faz você gastar o tempo útil em vão.

No entanto, se o objetivo é usar parte de seu tempo livre para se divertir vendo tais vídeos ou lendo tais blogs, a utilidade está presente no seu comportamento, pois agrega algum lucro, alguma vantagem à sua vida. Portanto, contexto é fundamental para separar futilidade de utilidade.

 

Falta de Foco: A Neurociência Explica

O comportamento humano é guiado por dois polos opostos e complementares, em termos de regulação comportamental: a fuga da dor e a busca do prazer.

Fuga da Dor:

Um desses polos é a aversão, ou seja, evitar aquilo que é danoso, que causa incômodo e dor. Quando você procrastina, evita levantar mais dados, faz promessas que não pode cumprir, foge da procura de ajuda, está usando uma parte do seu cérebro, localizada no complexo límbico, especificamente está usando a sua amígdala cerebral para criar aversão por algo, mesmo que isso possa contrariar a lógica e fazer você repetir o padrão da falta de foco, quando, na verdade, desejava evitar isso. O sentimento é ruim, mas cria uma lacuna de neutralidade emocional ou de alivio. É como se você estivesse fugindo de algo perigoso e encontrasse um abrigo, mas a fera continuasse rondando lá fora…

Busca do Prazer:

Quando você entra no padrão da falta de foco a sensação é boa, afinal, o padrão aqui é entrar na zona do prazer, uma área cerebral dentro do mesmo complexo límbico do seu cérebro o núcleo accumbens ou região do prazer. É a mesma área que regula sexo, comer chocolate, usar drogas, etc. Quanto mais prazer melhor e isso cria um condicionamento denominado “adição”, que na prática significa reforçar o comportamento de prazer. É como se você tivesse fazendo algo proibido, mas ao mesmo tempo tão bom que vale a pena, é um sistema de recompensa imediata.

O processo se dá de forma combinada, você sabe que deve ter foco, se esforça para isso e, neste momento, está utilizando seu córtex pré-frontal, responsável pela tomada de decisões e pela previsão de sensações prazerosas, baseadas na importância dos estímulos ambientais em resposta ao comportamento.

Depois vem a sensação de dificuldade e a área da aversão é acionada, levando você ao padrão da falta de foco, uma sensação de luta e fuga. Você acaba fugindo do que deveria fazer, perde o foco e vai para o que lhe dá prazer. Aqui acontece a mudança do polo da aversão para o da atração, ou seja, você deixa a fuga da dor e entra na busca do prazer, neste caso é a zona do prazer que é ativada, portanto, a tendência é você ficar mais tempo nela…

O reforço positivo ocorre por meio do efeito hedônico (o prazer gerado pelas coisas que criam a falta de foco, os vídeos os blogs, etc.).

O reforço negativo acontece, em nosso exemplo, através perda de foco, das desculpas e fugas, numa tentativa de eliminar a sensação desagradável do que deveria ser feito, por exemplo, pedir ajuda, dizer não, levantar novos dados, concluir uma tarefa para depois iniciar outra, ter disciplina, etc.

Depois vem a culpa, os autojulgamentos e auto punições ou piedades… Um misto de emoção com racionalidade e… Tudo se repete, afinal, isso é um padrão.

Falta_de_Foco_Aversao_Atracao_IBGA_PNL_neurociencias

Três áreas do cérebro fazem a mediação do comportamento adaptativo. O núcleo accumbens atua nas atividades relacionadas com a recompensa, com a busca do prazer. A amígdala atua na mediação dos comportamentos aversivos, relacionados ao medo, à fuga da dor. O córtex pré-frontal responde pela função executiva do cérebro, definida como um conjunto de habilidades que, de forma integrada, possibilitam ao indivíduo direcionar comportamentos a objetivos, realizando ações voluntárias. Tais ações são auto organizadas, mediante a avaliação de sua adequação e eficiência em relação ao objetivo pretendido, de modo a eleger as estratégias mais eficientes, resolvendo assim, problemas imediatos, e/ou de médio e longo prazo.


Falta de Foco: Equilibrando os dois polos

O padrão da falta de foco ocorre quando um comportamento funciona tanto na busca e produção do prazer (reforço positivo), como na redução ou eliminação de emoções e sentimentos negativos, fuga da dor (reforço negativo). Portanto, agora chegou a hora de você usar aquelas anotações que fez no início desta leitura:

Aqueles momentos de gueps que você identificou são marcadores comportamentais (neurotransmissores e hormônios) que, se quebrados, podem abrir possibilidades de enfraquecimento do padrão de fuga da dor, dos reforços ou âncoras negativas.

Do mesmo modo, ao descobrir os benefícios da busca do prazer, os reforços ou âncoras positivas (neurotransmissores e hormônios), quando ocorre a falta de foco que se aciona ao desviar você de algo ruim (fuga da dor) para mergulhar em algo bom (busca do prazer), pode fazer com que você descubra outros meios de conseguir o prazer, por exemplo, ao associar a realização de uma tarefa à sensação de utilidade.

Claro que isso não é fácil na prática, mas é um paliativo até que você possa solucionar o problema definitivamente. Uma das mais eficientes maneiras de se resolver um problema envolve três etapas:

  1. Aceitação do problema;
  2. Análise do problema;
  3. Solução do problema.

 

A ideia deste artigo foi ajudar você nestas três etapas, mais especificamente nas duas primeiras, pois a terceira vai além do que podemos tratar num artigo.

A PNL oferece várias possibilidades para você equilibrar os dois polos, e conseguir usar tanto a fuga da dor, quanto a busca do prazer como elementos essenciais para quebrar a falta de foco e aumentar a utilidade de suas escolhas, o que significa jogar bem tanto no time da utilidade quanto saber tirar vantagem da futilidade contextual.

 

Como você avalia este artigo?

Sua opinião é muito importante para que possamos produzir conteúdos relevantes para você. Deixe seu comentário, dúvidas e sugestões abaixo que teremos imenso prazer em interagir com você. Compartilhe este artigo em suas redes sociais e aumente sua influência pessoal…


Curso(s) Relacionado(s) a este tema:


Conexão – Aprimoramento Pessoal e Profissional – Básico de PNL

Sincronia – Relacionamento e Comunicação com a PNL

Comunicação e Oratória – Curso Expressão Total com a PNL

Para saber mais sobre função executiva do cérebro: Clique e leia o artigo: Integração de três conceitos: função executiva,
memória de trabalho e aprendizado
(Visited 367 times, 2 visits today)

4 respostas para “Falta de Foco: Saiba como Eliminar e Aumente a sua Produtividade”

  1. Cândida Maia Freire disse:

    Desejo fazer a formação completa de PNL. Qual telefone poderei ligar?
    Meu nome é Cândida Maia Freire. Meu celular é 031.99991-6285.

    Aguardo retorno

    Obrigada

    Cândida

  2. furtdsolinopv disse:

    Glad to be one of several visitors on this amazing web site : D.

  3. Get the latest team news and stats ahead of the Premier League clash between West Ham and Brighton at the London Stadium on Friday night. West Ham v Brighton: Team news, kick-off time, probable line-ups, odds and stats from the Premier League clash

  4. It’s a shame you don’t have a donate button! I’d without a doubt donate to this brilliant blog! I guess for now i’ll settle for bookmarking and adding your RSS feed to my Google account. I look forward to fresh updates and will talk about this website with my Facebook group. Talk soon!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Desculpe, estamos trocando o antigo site por outro novinho. Precisa de Ajuda?

 

Ligue 31 3274-1700 ou envie WhatsApp para 31 99769-7577

 

Entre em Contato